conecte-se conosco


Esportes

Alvo de briga, imagem de árbitros dá milhões a empresa citada em Fifagate

Publicado

Patrocínio da Sky em mangas de árbitros gerou R$ 5,2 milhões a empresa em 2018 - Daniel Vorley/AGIF
Patrocínio da Sky em mangas de árbitros gerou R$ 5,2 milhões a empresa em 2018Imagem: Daniel Vorley/AGIF

Do UOL, em São Paulo

13/12/2019 04h00

Desde 2012 a Sky, empresa de internet e TV por assinatura, patrocina as mangas dos uniformes dos árbitros e auxiliares das quatro divisões do Campeonato Brasileiro. Essa relação virou briga, com diversos ex-árbitros e bandeirinhas acionando a empresa na Justiça, alegando jamais terem autorizado ou recebido remuneração pelo uso de suas imagens para fins comerciais. Enquanto isso, a empresa Klefer, fundada pelo ex-presidente do Flamengo Kleber Leite, vem faturando em contratos milionários pelos quais comercializa as propriedades.

UOL Esporte teve acesso a diversos contratos de patrocínio da manga dos árbitros do Brasileirão, de diferentes anos entre 2012 e 2018. A CBF cedeu à Klefer o direito de explorar o espaço nas Séries A, B, C e D do Brasileiro, e a empresa, por sua vez, firmou contratos milionários com a Sky. Os valores aumentam a cada ano: em 2018, a Klefer recebeu R$ 5,2 milhões; dois anos antes, em 2016, o valor era de R$ 4,6 milhões. Nos documentos obtidos não há qualquer obrigação de repassar parte disso aos árbitros ou mesmo à confederação.

[ x ]

Árbitros e ex-árbitros afirmam à reportagem que até 2015 não havia qualquer tipo de cessão de imagem formalizada por membros da categoria com a Sky, Klefer ou CBF. A partir de 2016 a entidade que comanda o futebol brasileiro passou a colher autorização de uso de imagem, mas os profissionais ouvidos pela reportagem afirmam não haver, nem antes nem depois disso, uma remuneração específica de direitos de imagem.

Leia mais:  Dono do PSG cutuca Neymar: “Ninguém obrigou ele a assinar com o clube”

A CBF não comenta o assunto pois os acordos são protegidos por cláusula de confidencialidade. Pessoas ligadas à diretoria da entidade afirmam que os contratos não foram firmados na gestão atual, e que houve, para 2019, um reajuste. Por essa alteração, a Klefer teria passado a figurar como uma agência comercial, tendo direito a uma comissão sobre os contratos, em percentual em torno de 10%. A reportagem não teve acesso ao novo contrato, que também é confidencial. Após o fim da relação coma Klefer, a ideia seria comercializar os espaços diretamente com as empresas interessadas. Além disso, há o entendimento de que a remuneração atual de árbitros já inclui direitos de imagem em partidas organizadas pela confederação.

Imagem de árbitros virou objeto de brigas na Justiça

Nos últimos dois anos, ex-árbitros e bandeirinhas acionaram a Justiça cobrando remuneração pela exploração comercial de suas imagens. Em São Paulo, a Sky é ré em quatro ações deste tipo —em alguns casos, a CBF solicita sua entrada nos processos para auxiliar a defesa da empresa.

Os casos atingem outros estados e outras empresas: ainda em São Paulo, há três ações contra a Semp Toshiba, que estampou as costas dos árbitros na edições entre 2015 e 2017 do Campeonato Brasileiro. A Globo é ré em ações no Mato Grosso, Rio e Janeiro e Rio Grande do Sul pelo mesmo argumento.

Leia mais:  Depoimento de Najila é peça-chave para concluir investigação do caso Neymar

Em abril do ano passado, a CBF foi condenada no Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (TRT-1) a pagar R$ 2 milhões em uma ação movida pela Associação Nacional de Árbitros de Futebol e o Sindicato dos Colaboradores e Trabalhadores da Arbitragem Esportiva do Rio de Janeiro. O processo teve como alvo os contratos com a Semp Toshiba, que totalizaram cerca de R$ 5 milhões, e com a Topper, que forneceu uniformes para a arbitragem.

Klefer foi citada no Fifagate, mas nunca acusada formalmente

Parceira da CBF e das federações estaduais do futebol brasileiro em acordos comerciais há anos, a Klefer foi fundada por Kleber Leite, que presidiu o Flamengo entre 1995 e 1998, e disputou a presidência do Clube dos 13 em 2010 indicado por Ricardo Teixeira —acabou derrotado por Fábio Koff.

A empresa dividia com a Traffic a maioria dos contratos do futebol no país até 2015, quando estouraram as investigações de corrupção contra dirigentes. Kléber Leite foi citado pelo delator José Hawilla, fundador da Traffic, como pagador de propinas em negociações de patrocínios e direitos de transmissão. A Klefer e seu fundador sempre negaram veementemente todas as acusações, e nunca foram formalmente indiciados nos Estados Unidos.

FONTE:UOL

publicidade

Esportes

Final do Mundial definida: Flamengo vs. Liverpool

Publicado

Finalmente a tão aguarda final do Mundial de Clubes da FIFA foi definida, e deu o que todos esperavam: o Flamengo irá enfrentar o Liverpool no sábado, dia 21, no estádio Khalifa Internacional, em Doha, no Qatar.

A grande final, que era tudo em que o torcedor do Flamengo pensava, desde que o clube foi campeão da Libertadores e do Brasileirão (no mesmo final de semana), foi definida após as duas equipes superarem seus adversários nas semifinais dos dias 17 e 18.

Agora, toda a atenção está voltada para sábado e o torcedor flamenguista sabe que não vai ser uma tarefa fácil ganhar do Liverpool, uma das potências europeias e mundiais da atualidade.

O caminho até a final do Mundial

Como já é definido no regulamento há muitos anos, o Flamengo e o Liverpool, campeões da Libertadores 2019 e da Champions League 2018/2019, respectivamente, entraram no torneio apenas nas semifinais.

Os primeiros a entrar em campo foram os brasileiros, que jogaram na terça-feira, dia 17, contra o Al Hilal, campeão da Liga dos Campeões da AFC desse ano.

Apesar do sufoco que passou no primeiro tempo, ao começar perdendo por 1×0, o time brasileiro voltou com tudo depois do intervalo e venceu a partida por 3×1, garantindo a vaga na grande final do Mundial do dia 21, com show de Bruno Henrique.

Já o Liverpool entrou em campo na quarta-feira, dia 18, contra o Monterrey, campeão da Liga dos Campeões da CONCACAF 2019, e venceu o jogo por 2×1.

O jogo do time inglês, aliás, foi bem mais difícil do que qualquer torcedor dos Reds ou do próprio Monterrey esperava, e foi decidido apenas nos acréscimos, com gol do brasileiro Roberto Firmino.

A equipe inglesa, aliás, entrou em campo com uma equipe “alternativa”, por decisão do técnico Jurgen Klopp, depois de ter jogado uma rodada do campeonato inglês no sábado, dia 14.

A escalação titular não contou com Mané, Firmino (que entrou e marcou o gol da vitória que levou a equipe à final) e Van Djik, desfalque por conta de doença.

Apesar de não ter feito uma boa partida, para a maioria, os ingleses ainda chegam à final do sábado como os principais favoritos ao título mundial.

A grande final do Mundial

A final do Mundial, que será disputada no estádio Khalifa Internacional, em Doha, no Qatar, tem para os torcedores ingleses um clima de revanche, pela derrota na Copa Intercontinental (antigo mundial) de 1981, para o time brasileiro, por 3×0.

Jogadores estrelas do Liverpool, como Alisson Becker e Sadio Mané, consideram que o jogo contra os brasileiros será bastante difícil, e que a equipe precisará dar o máximo de si se deseja voltar com o título mundial para a Inglaterra.

Para isso, o Liverpool deve entrar com força máxima na grande final, com Firmino e Mané de volta ao time titular, mas ainda sem a confirmação de Klopp sobre se Van Dijk terá condições de jogo.

O Flamengo também deverá entrar com o que há de melhor no seu elenco, apesar da preocupação que há com a condição física do lateral Filipe Luís e do meia Gerson, que apresentam alto desgaste pela maratona de jogos.

Pelos dois terem sido contratados sem férias, a queda no rendimento dos dois pela parte física é evidente, principalmente do lateral esquerdo, que foi bastante criticado no jogo contra o Al Hilal.

Agora é esperar até o jogo de sábado para saber quem sairá vitorioso dessa que é considerada como a mais empolgante final de mundial de clubes dos últimos tempos.

E você torcedor, acha que o Mengão vai conseguir superar os ingleses e trazer o bicampeonato mundial para casa?

Fonte:Cenário MT

Leia mais:  CSA vai pedir a impugnação de jogo contra o Flamengo por pênalti não marcado

Continue lendo

Esportes

Eleito o melhor em campo, Bruno Henrique revela pedido de Jesus: “Não diminuir a intensidade”

Publicado

Destaque do Flamengo na vitória sobre o Al Hilal por 3 a 1, nesta terça-feira, na semifinal do Mundial de Clubes, Bruno Henrique revelou que Jorge Jesus previu a queda de rendimento do time saudita na segunda etapa. Após sair para o intervalo em desvantagem de 1 a 0, o Rubro-Negro dominou o segundo tempo e conseguiu a virada.

– Nós vimos o jogo deles contra o Esperance e vimos que, no segundo tempo, eles caíram de rendimento. A gente conversou, e o Mister falou para a gente não diminuir a intensidade, porque o time deles ia cansar, e foi o que aconteceu. A gente, com a nossa qualidade, conseguiu virar o jogo.

Bruno Henrique participou dos três gols do Flamengo na semifinal. Ele deu a assistência para Arrascaeta fazer o gol de empate, marcou o segundo e cruzou para o terceiro, de Al-Bulayhi, contra. O camisa 27 destacou destacou a força coletiva do time brasileiro e exaltou a presença do torcedor rubro-negro em Doha.

– NÃO ACHO QUE ESTIVEMOS TÃO ABAIXO ASSIM NO PRIMEIRO TEMPO. FALTOU FAZERMOS O QUE TREINAMOS. SABÍAMOS QUE O AL HILAL NÃO MANTERIA A INTENSIDADE NO SEGUNDO TEMPO. CONSEGUIMOS FAZER AS JOGADAS E NÃO FOI SÓ O INDIVIDUAL QUE NOS LEVOU A FINAL, MAS O COLETIVO.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

SÃO FELIX DO ARAGUAIA

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

MULHER

Mais Lidas da Semana