conecte-se conosco


Cuiabá

Caminhoneiro acusado de contaminar mulheres com vírus HIV de propósito deixa a prisão em Cuiabá

Publicado

Ao serem ouvidas, as vítimas afirmaram que, durante as relações sexuais, ele não anunciou ser portador de doença e não usou métodos contraceptivos.

O caminhoneiro Haroldo Duarte da Silveira, de 32 anos, acusado de transmitir propositalmente o vírus HIV a pelo menos cinco mulheres em Mato Grosso, teve a prisão revogada pelo juiz Jeverson Luiz Quinteiro, da Segunda Vara Especializada de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher, na quinta-feira (5).

A decisão estará disponível no Diário da Justiça que circulará na segunda-feira (9). Conforme a decisão, Haroldo será monitorado por tornozeleira eletrônica e as vítimas vão receber o “botão do pânico”, para serem avisadas pela Justiça caso ele se aproxime delas.

O G1 tenta localizar a defesa do acusado e das vítimas.

A materialidade dos crimes foi comprovada após exames laboratoriais das vítimas e do acusado.

Ao serem ouvidas, as vítimas afirmaram que, durante as relações sexuais, ele não anunciou ser portador de doença e não usou métodos contraceptivos.

Leia mais:  Justiça manda afastar secretário de Educação investigado por favorecimento

No entendimento da Polícia Civil, o suspeito agiu com dolo porque assumiu o risco de contaminar suas parceiras com “doença que se não detectada e tratada poderia levá-las a morte”.

Em depoimento, Haroldo confessou a existência de uma quinta vítima, que deve ser ainda procurada para ser ouvida.Uma das vítima só descobriu o vírus durante exames de rotina. Segundo a vítima, durante o tempo que foi casada com o suspeito, ele nunca falou sobre ser portador de vírus.

Fonte:G1

publicidade

Cuiabá

Justiça manda afastar secretário de Educação investigado por favorecimento

Publicado

7ª Vara Criminal da Capital determinou o afastamento do secretário de Educação de Cuiabá Alex Vieira. Ele é alvo de busca e apreensão na Operação Overlap deflagrada na manhã de hoje (23) pelo GCCO e a Deccor, que estão cumprindo ordens judiciais no condomínio de luxo Alphaville, no bairro Jardim Itália, e em um prédio residêncial no bairro Santa Marta, próximo ao Parque Mão Bonifácia. Além dele, o ex-secretário da pasta, Rafael Cotrim também é alvo. A reportagem do tentou contato com o secretário, mas o celular está na caixa de mensagem. A Prefeitura de Cuiabá já emitiu nota informando que vai cumprir a ordem de imediato.

De acordo com a decisão, Viera tem que ser afastado do cargo até que as investigações sejam concluídas.

Os delegados Luiz Henrique Damasceno e Juliana Palhares são os coordenadores da operação conjunta entre Deccor e GCCO.

O Inquérito Policial foi iniciado após informações de que em 2017, o então secretário municipal de educação teria recebido valores indevidos por meio de suas empresas, sendo posteriormente detectado se tratar de empresas ligadas diretamente ao atual secretário no cargo.

Leia mais:  Rapaz é flagrado com sangue em seringa num shopping de Cuiabá

De acordo com as investigações, o contrato nº 178/2017 teria por objetivo concluir a obra iniciada por meio do contrato nº 5979/2012, porém durante as análises, de imediato, foi detectado provável duplicidade de itens licitados. Os valores chegam à monta de R$ 249.451,00 em custos executados no contrato 178/2017, que já constavam como executados no contrato 5979/2012, porém foram executados novamente de forma integral ou parcial.

Em análise das informações, se somados o valor do contrato nº 5979/2012 (R$ 1.208.321,93), com o valor pago no contrato nº178/2017 (R$1.096.248,81), chega-se ao valor total de R$ 2.304.570,74, para uma obra que tinha como custo inicial R$ 1.432.300,00, ou seja, uma diferença de R$ 872.270,74, superando em pouco mais de 60% do valor inicialmente licitado em 2012.

Fonte:RDNEWS

Continue lendo

Cuiabá

Toque de recolher começa nesse sábado

Publicado

cuiabanoite.jpg

O toque de recolher em Cuiabá começa nesse sábado (13) a partir das 22h30, conforme o decreto do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) publicado nesta semana. A partir desta data, fica proibida a circulação de qualquer pessoa no município, no período entre 22h30 às 5h.

A medida é válida pelos próximos 16 dias.

Só será permitida a locomoção em serviços essenciais, como hospitais, clínicas veterinárias e odontológicas, farmácias, laboratórios, funerárias, serviço de segurança pública e privada, serviços de taxi e aplicativo de transporte individual remunerado de passageiros e profissionais da área da Saúde.

No decreto, o prefeito disse que está permitida a circulação de pessoas no horário previsto em casos de acesso a esses serviços essenciais, ou em casos de cidadãos em trânsito para o Terminal Rodoviário de Cuiabá ou Aeroporto Internacional Marechal Rondon, em Várzea Grande, região metropolitana.

A manutenção da frota de ônibus do transporte coletivo municipal deve ser de até 20%.

 

FONTE:FOLHA MAX

Leia mais:  Procon proíbe que Energisa corte luz de clientes durante pandemia em MT
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

SÃO FELIX DO ARAGUAIA

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

MULHER

Mais Lidas da Semana