conecte-se conosco


Entretenimento

Carolina Ferraz diz: “Nunca mais vou fazer novelas”

Publicado

Carolina Ferraz

DO METRÓPOLES

A atriz Carolina Ferraz, que está longe das telinhas desde 2016, revelou que não quer mais fazer novelas. Em entrevista ao canal Na Lata, de Antonia Fontenelle, Carl afirmou que apesar não querer mais atuar em longas produções, está disposta a seguir na teledramaturgia, mas em minisséries e séries.

“Nunca mais vou fazer novelas. Isso está morto, enterrado e totalmente muito bem resolvido. Vou continuar atuando. Vou fazer uma minissérie, vou fazer um cinema. Vou fazer uma participação”, contou.

Carolina ainda lembrou de uma personagem que ela tem saudades. “Eu tenho saudades da Rubi (de Kubanacan). Quando me jogam na comédia, eu gosto muito. Eu acho que faço bem, eu amo fazer e acho muito difícil”, disse Carol.

Em julho de 2017, Carolina Ferraz foi dispensada da TV Globo após 25 anos de casa. No mesmo ano, ela entrou com um processo contra a emissora para receber direitos trabalhistas, pois trabalhou esse tempo todo sem carteira assinada, mas recebendo como pessoa jurídica.

Leia mais:  Namorada de Ludmilla diz que cantora gosta de vê-la com roupa justa e decotada

Veja o vídeo:

FONTE:MIDIA NEWS

publicidade

Entretenimento

Escola cristã expulsa aluna por comprar bolo arco-íris

Publicado

Uma mulher que vive na cidade de Louisville, Kentucky, EUA afirmou que uma escola cristã expulsou sua filha após a adolescente celebrar seu aniversário com um bolo de arco-íris. Em dezembro, quando Kayla Kenney fez 15 anos, a sua mãe, Kimberly Alford, publicou uma foto da jovem com um bolo com as cores do arco-íris. A menina também usava um suéter com listras coloridas.

Fonte:Buzzfeed News

Leia mais:  Dani Calabresa fala sobre feminismo e o espaço da mulher no humor: “sempre teve”
Continue lendo

Entretenimento

Eduardo Costa presta depoimento à Polícia Civil

Publicado

O cantor Eduardo Costa e o irmão dele, Weliton Costa, prestaram depoimento à Polícia Civil no fim da tarde desta terça-feira (14), em Belo Horizonte. A polícia investiga uma suposta ameaça ao cantor Clayton, da dupla Clayton e Romário.

Segundo a Polícia Civil, o cantor e o irmão compareceram espontaneamente à Delegacia Adida Juizado Especial Criminal, na capital mineira, um dia antes do previsto por intimação. A delegada responsável pelo caso não quis dar detalhes do teor do depoimento e disse que o caso já está com a Justiça, que vai agendar uma audiência para ouvir as partes.

De acordo com um boletim de ocorrência registrado no dia 23 de dezembro, mensagens com ameaças teriam sido enviadas ao celular de Romário, irmão de Clayton Moreira Lemos. Segundo o relato feito aos policiais, Eduardo não estaria aceitando o relacionamento de Clayton com uma ex-namorada dele.

Nesta terça-feira, segundo a Polícia Civil, Eduardo e o irmão assinaram um termo circunstanciado de ocorrência (TCO). O documento foi encaminhado para a Justiça.

Na quarta-feira (8), policiais civis foram até a casa do cantor, no bairro Bandeirantes, na Região da Pampulha, para intimar o sertanejo a prestar depoimento.

Leia mais:  Saulo Poncio é acusado de trair Gabi Brandt após vídeo viralizar na internet

No dia em que a intimação foi entregue, a assessoria do cantor disse que ele “está à disposição da Justiça para prestar todos os esclarecimentos sobre os últimos acontecimentos”. O G1 entrou em contato com Eduardo Costa novamente nesta quarta-feira (15) e, até a última atualização desta reportagem, não havia obtido retorno.

Outras investigações

Em 2018, o cantor Eduardo Costa foi apontado como suspeito de estelionato em um inquérito que investiga a venda de uma casa no balneário de Escarpas do Lago, em Capitólio, no Sul de Minas, avaliada entre R$ 6,5 milhões e R$ 7 milhões. Segundo a polícia, o sertanejo negociou o imóvel com um casal em troca de uma casa na Região da Pampulha, na capital mineira.

Na época, ele prestou depoimento no Departamento Estadual de Investigação de Fraudes, em BH, e negou aos jornalistas qualquer tipo de crime. Pelo menos nove testemunhas foram ouvidas sobre este caso.

O advogado do casal que comprou a casa do sertanejo pediu, ao Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) o afastamento do delegado responsável pelo inquérito. A defesa deles também pediu que o cantor Marrone, da dupla Bruno & Marrone, fosse ouvido na Justiça, no processo envolvendo o cantor sertanejo.

Leia mais:  “As Cangaceiras” é musical gratuito que evidencia força da mulher no cangaço

No mesmo ano, ele foi parte em um processo que apurava suspeita de crime contra a fauna, também em Capitólio. O cantor teria mantido em casa três pássaros silvestres, conforme Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) registrado pela Polícia Civil.

Fonte:G1

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

SÃO FELIX DO ARAGUAIA

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

MULHER

Mais Lidas da Semana