conecte-se conosco


Política MT

Coordenadoria Militar da Assembleia arrecada brinquedos e alimentos para doação

Publicado

Foto: Helder Faria

A Coordenadoria Militar da Assembleia Legislativa faz parte da campanha “Operação Natal Feliz”, promovida pela Polícia Militar e Corpo de Bombeiros do estado, com objetivo de arrecadar brinquedos, novos ou seminovos, e alimentos para doação.

Servidores e população em geral estão convidados a contribuir. Na sede do Parlamento Estadual, o ponto de arrecadação é a sala da Coordenadoria Militar, que receberá as doações até o próximo dia 17. Os interessados também podem entregar os brinquedos ou alimentos em todos os quartéis da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros de Mato Grosso até o dia 18, quando a campanha é encerrada oficialmente.

“Tudo que for arrecadado será doado para instituições já cadastradas e também haverá distribuição em bairros e locais mais carentes, onde as crianças nem sempre têm acesso a brinquedos”, afirma o coordenador de Segurança Militar da Assembleia, coronel da PM Henrique Santos. Ele explica ainda que a Coordenadoria Militar da Casa receberá as doações até o dia 17 para que seja possível fazer a entrega no dia 18 para a Polícia Militar.

Leia mais:  CCJR recebe representantes da OAB para discutir projeto que aumenta custas judiciais

O coronel Henrique Santos acredita que a solidariedade ajudará muitas pessoas a terem um fim de ano melhor. “A intenção é poder levar para as comunidades que mais necessitam um pouco de alegria e do espírito de natal”, destaca o coordenador de Segurança Militar da Assembleia.

Serviço:

Campanha Operação Natal Feliz

Data e local: Entrega de doações até o dia 17/12 na Coordenadoria Militar da Assembleia Legislativa e até o dia 18/12 nos quartéis da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros do estado

Fonte: ALMT
publicidade

Política MT

Eleição para senador em MT na vaga aberta com a cassação de Selma Arruda será no dia 26 de abril

Publicado

Mato-grossenses irão às urnas para eleger o senador que deve assumir o lugar de Selma Arruda.

A eleição para senador em Mato Grosso será no dia 26 de abril deste ano. A data foi anunciada pelo Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT), nesta quarta-feira (22). A vaga foi aberta com a cassação do mandato da senadora Selma Arruda (Podemos). Ela foicassada em dezembro por abuso de poder econômico e caixa dois na campanha eleitoral de 2018.

Mesmo cassada, Selma Arruda continuou no cargo.

Selma foi condenada pelo TRE-MT em julho de 2019, mas recorreu no cargo. Em dezembro, o TSE manteve a decisão da primeira instância que cassou o mandato dela. O Acórdão foi publicado no dia 19 de dezembro.

Tribunal foi oficialmente comunicado da decisão com a determinação da realização de nova eleição. — Foto: Luiz Gonzaga Neto/TVCATribunal foi oficialmente comunicado da decisão com a determinação da realização de nova eleição. — Foto: Luiz Gonzaga Neto/TVCA

Tribunal foi oficialmente comunicado da decisão com a determinação da realização de nova eleição. — Foto: Luiz Gonzaga Neto/TVCA

Nessa mesma data, o tribunal de Mato Grosso foi oficialmente comunicado da decisão com a determinação da realização de nova eleição.

Leia mais:  Faissal critica destinação de 1.4 milhão da AL para evento natalino

Selma Arruda teve o mandato cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT) em abril deste ano. A defesa da parlamentar, então, recorreu ao TSE.

Quando o TRE cassou o mandato de Selma Arruda, a parlamentar divulgou uma nota na qual afirmou estar tranquila porque não cometeu irregularidades.

“A tranquilidade que tenho é com a consciência dos meus atos, a retidão que tive em toda a minha vida e que não seria diferente na minha campanha e trajetória política”, declarou a senadora na ocasião.

Em manifestação enviada ao tribunal em setembro, a Procuradoria-Geral se manifestou a favor da manutenção da cassação. Para o órgão, é “inegável” que a conduta da parlamentar na eleição do ano passado “comprometeu a normalidade, a legitimidade e o equilíbrio do pleito”.

Fonte: G1

Continue lendo

Política MT

Deputado não conta com apoio de Mauro Mendes

Publicado

Aliado do governador Mauro Mendes (DEM), o deputado Max Russi (PSB) é um dos pré-candidatos ao Senado Federal na vaga que será deixada pela senadora Selma Arruda (Podemos) com a confirmação de sua cassação pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Russi acredita que Mendes não ficará neutro na disputa, mas que também não dará apoio à sua candidatura. Apesar dos rumores de que um candidato unificaria a Assembleia Legislativa, o deputado não acredita na hipótese, mas considera importante contar com o apoio da maioria dos pares.

Para o parlamentar, o governador deve se decidir sobre o caso quando o cenário estiver mais claro entre os candidatos. Ele acredita que Mendes deve definir apoio para o seu vice-governador, Otaviano Pivetta (PDT) ou para algum candidato que o DEM colocar na disputa.

“Acho que o governador tem que ver quem realmente vai sair, depois fazer uma análise de apoio, eu não me elegi no grupo dele, então acho que ele apoie o vice ou alguém do DEM”, declarou.

Leia mais:  CCJR aprova derrubada de veto a projeto que autoriza criação de aplicativo em defesa da mulher

Quanto a possibilidade de ser o candidato da Assembleia, Max não acredita na unificação. Porém, destaca que o apoio do máximo de deputados estaduais é importante para o processo.

“Não acredito em candidato da Assembleia. Agora, o apoio de cada deputado soma muita, porque tem contato direto com a base, tenho conversado bastante, mas nada fechado ainda”, disso.

Fonte:Gazeta Digital

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

SÃO FELIX DO ARAGUAIA

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

MULHER

Mais Lidas da Semana