conecte-se conosco


Mato Grosso

Delegada retoma investigação e interroga mulher de envolvido em suposto esquema

Publicado

A Polícia Civil, por meio da Equipe Especial, designada exclusivamente para conclusão dos inquéritos sobre suposto esquema de interceptações ilegais em Mato Grosso, ouviu em interrogatório nesta quarta-feira (1809) a mulher do cabo da Polícia Militar, Gerson Correa, para esclarecimentos sobre questões apuradas nas investigações.

O policial é réu no processo judicial que apura o suposto esquema de escutas clandestinas e considerado uma das principais testemunhas do caso, confessando a participação em crimes e revelando envolvidos.

A coordenadora da investigação, delegada Ana Cristina Feldner, informou que E.M.O., mulher de Gerson, aparece em algumas situações, como a assinatura como fiadora no contrato de locação da sala usada para fazer as escutas ilegais, além da conta de internet usada no escritório clandestino estar em seu nome.

As investigações também apontaram que ela teria levado um aparelho celular ao cabo, quando ele estava preso na Rotam. E estaria envolvida com a origem de um valor de R$ 35 mil, emprestado pelo cabo a um amigo.

Conforme a delegada, todas as informações serão analisadas, inclusive se a mulher tinha conhecimento e envolvimento com a organização criminosa investigada. Durante o depoimento, ela alegou que acredita na inocência do marido.

Leia mais:  Licitação do Anel Viário de Rondonópolis está marcada para julho

Interceptações clandestinas

A Polícia Civil investiga um suposto esquema de escutas telefônicas clandestinas praticado no Estado, entre os anos de 2014 e 2016. Conforme as investigações, empresários, políticos, magistrados, policiais e jornalistas teriam tido os aparelhos celulares interceptados por membros da Polícia Militar.

Fonte: GOV MT
publicidade

Mato Grosso

Parceria entre Deran-MT e Polícia Civil promove reciclagem de 545 veículos sucateados

Publicado

O Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT) retomou nesta sexta-feira (28) a Operação Pátio Limpo, em parceria com a Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos de Cuiabá (DERRFVA). O trabalho se estende até sábado (29.02), quando ocorre a compactação e pesagem de mais de 545 veículos que serão destinados para reciclagem.

O foco da ação, iniciada em 2019, é a descontaminação e limpeza do pátio do Detran-MT utilizado pela delegacia. O trabalho também envolve o Poder Judiciário e Ministério Público.

Segundo o delegado titular da DERRFVA, Gustavo Garcia, para que os veículos pudessem passar pela prensa, a unidade policial teve que concluir mais de 750 inquéritos e restituir 1.400 veículos aos proprietários. Os bens ficam em posse da delegacia quando o veículo é apreendido por alguma queixa de crime: roubo, furto, clonagem, dentre outros.

“O objetivo da ação é dar a destinação correta a veículos que em razão de décadas no pátio da delegacia da DEERFVA se tornaram sucatas. O Detran-MT tem sido um parceiro fundamental nessa retomada de limpeza do pátio, de organização e reordenação de nosso espaço. Por isso, enaltecemos o compromisso do Detran com a Polícia Judiciária Civil nesse plano de cooperação”, afirmou Garcia.

Leia mais:  Cotação agrícola mostra variação de até 142% nos preços de produtos da agricultura

O presidente do Detran-MT, Gustavo Vasconcelos, destaca que as atividades de reciclagem são prioridades desta gestão.

“São ações positivas que foram estendidas aos nossos parceiros da Polícia Civil com o objetivo de cumprirmos as normas de proteção ambiental. Um dos focos da limpeza dos pátios também é a preocupação com o meio ambiente e a saúde pública. O processo de reciclagem é prioridade da atual gestão”, pontou Vasconcelos.

Fonte: GOV MT
Continue lendo

Mato Grosso

Parceria entre Detran-MT e Polícia Civil promove reciclagem de 545 veículos sucateados

Publicado

O Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT) retomou nesta sexta-feira (28) a Operação Pátio Limpo, em parceria com a Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos de Cuiabá (DERRFVA). O trabalho se estende até sábado (29.02), quando ocorre a compactação e pesagem de mais de 545 veículos que serão destinados para reciclagem.

O foco da ação, iniciada em 2019, é a descontaminação e limpeza do pátio do Detran-MT utilizado pela delegacia. O trabalho também envolve o Poder Judiciário e Ministério Público.

Segundo o delegado titular da DERRFVA, Gustavo Garcia, para que os veículos pudessem passar pela prensa, a unidade policial teve que concluir mais de 750 inquéritos e restituir 1.400 veículos aos proprietários. Os bens ficam em posse da delegacia quando o veículo é apreendido por alguma queixa de crime: roubo, furto, clonagem, dentre outros.

“O objetivo da ação é dar a destinação correta a veículos que em razão de décadas no pátio da delegacia da DEERFVA se tornaram sucatas. O Detran-MT tem sido um parceiro fundamental nessa retomada de limpeza do pátio, de organização e reordenação de nosso espaço. Por isso, enaltecemos o compromisso do Detran com a Polícia Judiciária Civil nesse plano de cooperação”, afirmou Garcia.

Leia mais:  Cotação agrícola mostra variação de até 142% nos preços de produtos da agricultura

O presidente do Detran-MT, Gustavo Vasconcelos, destaca que as atividades de reciclagem são prioridades desta gestão.

“São ações positivas que foram estendidas aos nossos parceiros da Polícia Civil com o objetivo de cumprirmos as normas de proteção ambiental. Um dos focos da limpeza dos pátios também é a preocupação com o meio ambiente e a saúde pública. O processo de reciclagem é prioridade da atual gestão”, pontou Vasconcelos.

Fonte: GOV MT
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

SÃO FELIX DO ARAGUAIA

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

MULHER

Mais Lidas da Semana