conecte-se conosco


Mato Grosso

Equipe “Saúde com Alegria” leva diversão aos pacientes do Hospital Regional de Colíder

Publicado

Os profissionais da saúde que trabalham no Hospital Regional de Colíder anteciparam o Dia das Crianças, que é celebrado neste sábado, 12 de outubro, e levaram durante a semana brinquedos e muita diversão para as crianças internadas na unidade hospitalar.

Diretora geral do hospital, a enfermeira Mirian Alves Moreira destaca que ações voluntárias contribuem para amenizar o sofrimento dos pacientes internados e suaviza o ambiente hospitalar, influenciando positivamente na recuperação. “Os servidores que participaram da ação distribuíram alegria e colheram sorrisos.”

As atividades festivas foram coordenadas pela fisioterapeuta Juliana Bonetti e pela médica Cristiani Lira, com o apoio dos integrantes da “Liga contra a Injustiça”, formada pelas médicas Deborah Mazei e Luciney Rodrigues dos Santos, intérpretes das personagens Peteka e Pituka.

Foto por: Diretoria do Hospital Regional de Colíder.

As profissionais, chamadas de doutoras palhaças, integram o projeto “Saúde com Alegria”, que ainda conta com os servidores Ronaldo Adriano da Silva, também conhecido como o “Superman”, Cleyton André Tavares, que interpreta o Batman, e Joana Barbosa Alcará, que atua como palhaça. 

Leia mais:  Atrações da semana incluem música, humor, cinema e artes visuais

“Não foi difícil encontrar, dentre os servidores do hospital, pessoas que quisessem participar da ação. Em pouco tempo, a turma já estava composta e preparada para transformar o ambiente hospitalar. E o que era para ser uma visita apenas à ala pediátrica, estendeu-se para toda a unidade”, relata Juliana Bonetti.

Foto por: Diretoria do Hospital Regional de Colíder.

Os servidores que integraram a ação voluntária exercem diversas funções no hospital – como fisioterapeuta, técnico (a) de enfermagem, ouvidora, maqueiro e recepcionista –, fator que evidencia que o trabalho de equipe e em prol da humanização atinge, com leveza, o resultado proposto.

 

Foto por: Diretoria do Hospital Regional de Colíder.

Fonte: GOV MT
publicidade

Mato Grosso

Onça parda é capturada em residência de Cáceres e solta novamente na mata

Publicado

Uma onça parda que foi retirada de dentro de uma residência, no bairro Cavalhada, em Cáceres, foi capturada sem ferimentos e solta em uma região de mata. A ação ocorreu de forma conjunta entre Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT), por meio da Diretoria de Unidade Desconcentrada de Cáceres, Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental, Juizado Volante Ambiental (Juvam) ,Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Prefeitura de Cáceres.

Toda a ação foi acompanhada pelos médicos veterinários Ederson Viaro e Reginaldo Bicudo, que auxiliaram na retirada do animal. Eles realizaram o procedimento de captura por meio de dardos anestésicos para longas distâncias.

“Após 20 minutos o animal estava sedado e foi acondicionado em uma jaula para ser solto novamente na natureza. É um macho entre 45 e 50 kg e com idade entre 18 e 24 meses. Ele estava em perfeito estado de saúde, sem escoriações ou lesões aparentes, bem hidratado, sem febre, sem ectoparasitos”, explicou Ederson Viaro, que se deslocou de Lambari D’ Oeste para ajudar na operação.

Leia mais:  Governo paga quinta parcela do salário dos servidores da antiga Santa Casa

De acordo com Ederson, moradores locais relataram que, apesar de ser uma área urbana, situa-se nas proximidades de um córrego e do Rio Paraguai e que o local tem presença frequente de capivaras. “Desta forma, um dos prováveis motivos foi que a onça, em perseguição a um animal, se assustou com a presença de cães ou pessoas e adentrou na residência para se proteger”, pontuou o médico veterinário.

O diretor da Regional de Cáceres, Luiz Sérgio Garcia, explicou que a operação de captura ocorreu a partir de uma denúncia pelo 190 e a comunicação aos órgãos ambientais. A participação da Sema e Polícia Militar Ambiental se justificou pelo fato do animal se encontrar cativo dentro de uma residência. Em casos de animais silvestres que aparecem em ruas de vilas ou bairros a responsabilidade é do Ibama e ICMbio, que fazem o Manejo de Fauna em Vida Livre.

Após a avaliação clínica, Sema, Polícia Militar Ambiental e os médicos veterinários decidiram realocar o animal nas proximidades de onde se encontrava, na BR-174, em um ambiente semelhante ao habitat que vivia.

Leia mais:  Atrações da semana incluem música, humor, cinema e artes visuais

Fonte: GOV MT
Continue lendo

Mato Grosso

Onça é capturada em residência de Cáceres e solta novamente na mata

Publicado

Uma onça parda que foi retirada de dentro de uma residência, no bairro Cavalhada, em Cáceres, foi capturada sem ferimentos e solta em uma região de mata. A ação ocorreu de forma conjunta entre Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT), por meio da Diretoria de Unidade Desconcentrada de Cáceres, Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental, Juizado Volante Ambiental (Juvam) ,Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Prefeitura de Cáceres.

Toda a ação foi acompanhada pelos médicos veterinários Ederson Viaro e Reginaldo Bicudo, que auxiliaram na retirada do animal. Eles realizaram o procedimento de captura por meio de dardos anestésicos para longas distâncias.

“Após 20 minutos o animal estava sedado e foi acondicionado em uma jaula para ser solto novamente na natureza. É um macho entre 45 e 50 kg e com idade entre 18 e 24 meses. Ele estava em perfeito estado de saúde, sem escoriações ou lesões aparentes, bem hidratado, sem febre, sem ectoparasitos”, explicou Ederson Viaro, que se deslocou de Lambari D’ Oeste para ajudar na operação.

Leia mais:  Diretoria da MTI participa de maior evento de tecnologia para gestão pública do país

De acordo com Ederson, moradores locais relataram que, apesar de ser uma área urbana, situa-se nas proximidades de um córrego e do Rio Paraguai e que o local tem presença frequente de capivaras. “Desta forma, um dos prováveis motivos foi que a onça, em perseguição a um animal, se assustou com a presença de cães ou pessoas e adentrou na residência para se proteger”, pontuou o médico veterinário.

O diretor da Regional de Cáceres, Luiz Sérgio Garcia, explicou que a operação de captura ocorreu a partir de uma denúncia pelo 190 e a comunicação aos órgãos ambientais. A participação da Sema e Polícia Militar Ambiental se justificou pelo fato do animal se encontrar cativo dentro de uma residência. Em casos de animais silvestres que aparecem em ruas de vilas ou bairros a responsabilidade é do Ibama e ICMbio, que fazem o Manejo de Fauna em Vida Livre.

Após a avaliação clínica, Sema, Polícia Militar Ambiental e os médicos veterinários decidiram realocar o animal nas proximidades de onde se encontrava, na BR-174, em um ambiente semelhante ao habitat que vivia.

Leia mais:  Gefron apreende drogas em micro-ônibus e 1,2 kg de cocaína no corpo de uma mulher

Fonte: GOV MT
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

SÃO FELIZ DO ARAGUAIA

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

MULHER

Mais Lidas da Semana