conecte-se conosco


Mato Grosso

Escola Estadual de Poconé aposta em biblioteca digital para ampliar o número de leitores

Publicado

A Escola Estadual Frei Carlos Valete, localizada no município de Poconé (a 104 quilômetros ao sul da Capital) tem muito o comemorar no Dia da Leitura, celebrado neste sábado, 12 de outubro.

A equipe gestora aposta em ambiente digital de aprendizagem e transforma a rotina do projeto Biblioteca Integradora. Desde abril deste ano, os mais de 200 livros literários da biblioteca física foram digitalizados e estão à disposição dos mais de 500 alunos.

O Projeto Videoteca Digital está disponível nos 16 computadores do laboratório de informática da unidade escolar, através do programa Biblioteca Digital e também nos celulares de alunos e professores.

Segundo o técnico da biblioteca integradora, Douglas Cabral da Cruz, os alunos podem acessar também do celular. Dentro da biblioteca tem um wi-fi para que os estudantes possam entrar no aplicativo. “Alunos e professores podem baixar o livro que ele escolher, deixar armazenado e ler a qualquer momento”, destaca.  

Para a diretora Maria Conceição de Campos Cunha, o projeto fez com que os alunos se interessassem mais pela leitura, pois também ampliou o espaço para a apreciação dos livros.

Leia mais:  Governo firma parceria com Ministério Público para aumentar atuação do Cira

“Trata-se de um projeto pioneiro e simples na implementação de trabalhos que fortalecem ainda mais a biblioteca integradora. Através do computador ou celular, os alunos têm acesso ao nosso acervo digitalizado. E com isso, mais alunos estão lendo mais livros. Isso tudo é um excelente resultado da biblioteca integradora”, resume.

A diretora explica que a ideia nasceu da necessidade de otimizar a leitura num trabalho conjunto com as aulas de informática. A partir da digitalização, os alunos têm acesso a internet e também aos livros. “O resultado não poderia ser melhor”, comemora.

Digitalização

Douglas Cabral, por sua vez, utilizou os equipamentos disponíveis no laboratório de informática e conseguiu realizar a digitalização. Assim que os livros foram digitalizados, o técnico levou os alunos até a biblioteca e explanou passo a passo como funciona o acesso aos livros.

Para que os alunos não tivessem problemas no acesso pelo celular, foi disponibilizado uma banda larga com acesso exclusivo no espaço da biblioteca integradora.

A EE Frei Carlos Valete tem cerca de 540 alunos matriculados no ensino fundamental e educação de jovens e adultos (EJA).

Leia mais:  Comando Geral celebra aniversário do Corpo de Bombeiros Militar nesta segunda (19)

Fonte: GOV MT
publicidade

Mato Grosso

Onça parda é capturada em residência de Cáceres e solta novamente na mata

Publicado

Uma onça parda que foi retirada de dentro de uma residência, no bairro Cavalhada, em Cáceres, foi capturada sem ferimentos e solta em uma região de mata. A ação ocorreu de forma conjunta entre Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT), por meio da Diretoria de Unidade Desconcentrada de Cáceres, Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental, Juizado Volante Ambiental (Juvam) ,Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Prefeitura de Cáceres.

Toda a ação foi acompanhada pelos médicos veterinários Ederson Viaro e Reginaldo Bicudo, que auxiliaram na retirada do animal. Eles realizaram o procedimento de captura por meio de dardos anestésicos para longas distâncias.

“Após 20 minutos o animal estava sedado e foi acondicionado em uma jaula para ser solto novamente na natureza. É um macho entre 45 e 50 kg e com idade entre 18 e 24 meses. Ele estava em perfeito estado de saúde, sem escoriações ou lesões aparentes, bem hidratado, sem febre, sem ectoparasitos”, explicou Ederson Viaro, que se deslocou de Lambari D’ Oeste para ajudar na operação.

Leia mais:  Hino de Mato Grosso foi oficializado 60 anos após primeira apresentação pública

De acordo com Ederson, moradores locais relataram que, apesar de ser uma área urbana, situa-se nas proximidades de um córrego e do Rio Paraguai e que o local tem presença frequente de capivaras. “Desta forma, um dos prováveis motivos foi que a onça, em perseguição a um animal, se assustou com a presença de cães ou pessoas e adentrou na residência para se proteger”, pontuou o médico veterinário.

O diretor da Regional de Cáceres, Luiz Sérgio Garcia, explicou que a operação de captura ocorreu a partir de uma denúncia pelo 190 e a comunicação aos órgãos ambientais. A participação da Sema e Polícia Militar Ambiental se justificou pelo fato do animal se encontrar cativo dentro de uma residência. Em casos de animais silvestres que aparecem em ruas de vilas ou bairros a responsabilidade é do Ibama e ICMbio, que fazem o Manejo de Fauna em Vida Livre.

Após a avaliação clínica, Sema, Polícia Militar Ambiental e os médicos veterinários decidiram realocar o animal nas proximidades de onde se encontrava, na BR-174, em um ambiente semelhante ao habitat que vivia.

Leia mais:  Pequenos produtores começam a superar dificuldades

Fonte: GOV MT
Continue lendo

Mato Grosso

Onça é capturada em residência de Cáceres e solta novamente na mata

Publicado

Uma onça parda que foi retirada de dentro de uma residência, no bairro Cavalhada, em Cáceres, foi capturada sem ferimentos e solta em uma região de mata. A ação ocorreu de forma conjunta entre Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT), por meio da Diretoria de Unidade Desconcentrada de Cáceres, Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental, Juizado Volante Ambiental (Juvam) ,Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Prefeitura de Cáceres.

Toda a ação foi acompanhada pelos médicos veterinários Ederson Viaro e Reginaldo Bicudo, que auxiliaram na retirada do animal. Eles realizaram o procedimento de captura por meio de dardos anestésicos para longas distâncias.

“Após 20 minutos o animal estava sedado e foi acondicionado em uma jaula para ser solto novamente na natureza. É um macho entre 45 e 50 kg e com idade entre 18 e 24 meses. Ele estava em perfeito estado de saúde, sem escoriações ou lesões aparentes, bem hidratado, sem febre, sem ectoparasitos”, explicou Ederson Viaro, que se deslocou de Lambari D’ Oeste para ajudar na operação.

Leia mais:  Confederação Brasileira de Atletismo oferece curso de Velocidade e Barreiras em Cuiabá

De acordo com Ederson, moradores locais relataram que, apesar de ser uma área urbana, situa-se nas proximidades de um córrego e do Rio Paraguai e que o local tem presença frequente de capivaras. “Desta forma, um dos prováveis motivos foi que a onça, em perseguição a um animal, se assustou com a presença de cães ou pessoas e adentrou na residência para se proteger”, pontuou o médico veterinário.

O diretor da Regional de Cáceres, Luiz Sérgio Garcia, explicou que a operação de captura ocorreu a partir de uma denúncia pelo 190 e a comunicação aos órgãos ambientais. A participação da Sema e Polícia Militar Ambiental se justificou pelo fato do animal se encontrar cativo dentro de uma residência. Em casos de animais silvestres que aparecem em ruas de vilas ou bairros a responsabilidade é do Ibama e ICMbio, que fazem o Manejo de Fauna em Vida Livre.

Após a avaliação clínica, Sema, Polícia Militar Ambiental e os médicos veterinários decidiram realocar o animal nas proximidades de onde se encontrava, na BR-174, em um ambiente semelhante ao habitat que vivia.

Leia mais:  Comando Geral celebra aniversário do Corpo de Bombeiros Militar nesta segunda (19)

Fonte: GOV MT
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

SÃO FELIZ DO ARAGUAIA

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

MULHER

Mais Lidas da Semana