conecte-se conosco


Política MT

Espaço Cultural da ALMT recebe três exposições com artistas Mato-grossenses

Publicado

Foto: Marcos Lopes

Visando promover a arte e a cultura regional a Assembleia Legislativa de Mato Grosso, por meio do Instituto Memória do Poder Legislativo (IMPL), realiza um ciclo de exposições do projeto “Municio e suas Potencialidades”. O evento, que começa hoje (10), terá duração de três semanas e contará com artistas das cidades de Juína, Cáceres e Diamantino. As obras ficarão expostas no espaço cultural da ALMT, na entrada principal, entre os dias 10 a 27 de setembro, das 8h às 18h.

“É muito bom poder oferecer para a sociedade conhecimento e cultura por meio da arte. Esse projeto, em especial, visa destacar as riquezas de todos os cantos de Mato Grosso. É um espaço aberto para todos os municípios mostrarem e convidarem as pessoas a conhecerem não só a arte, mas também a sua história e cultura”, destaca a superintendente do IMPL, Mara Visnadi.

Nesta primeira semana, o projeto traz a exposição “Parte de um Todo” da artista e poetisa Cleuta Paixão, de Juína. A mostra reúne 40 telas, cada uma delas acompanhada de um poema, que representam um pouco da trajetória da artista plástica.

Leia mais:  Qualivida realiza 2ª edição para trilheiros da ALMT

“Eu vivo da arte, mas é uma carreira muito difícil de ser reconhecida e valorizada. Então vejo esse espaço oportunizado pela ALMT como um apoio muito importante para artistas e também para a sociedade que é contemplada com arte e da cultura”, destaca a artista.

Seguindo a programação, nas próximas semanas o espaço cultural recebe a exposição “Réquiem da Terra”, do grupo Artemat, da cidade de Cáceres, que será realizada de 16 à 20 desse mês. Para fechar, entre os dias 23 e 27, acontece à exposição “Diamantino em Cores”, que reúne obras de 10 artistas plásticos do município.

“Projeto Município e suas Potencialidades” – projeto que visa disponibilizar o espaço cultura da ALMT para divulgar e promover, além dos potenciais culturais, também os históricos, turísticos e gastronômicos dos municípios mato-grossenses. Para participar os municípios ou mesmo as associações vinculadas a estas características podem enviar memorando para o IMPL solicitando a participação ou o apoio dos deputados representantes de suas regiões. Mais informações pelo telefone 3313-6936.

Fonte: ALMT
publicidade

Política MT

Mauro Mendes cobra conclusão da BR-158 em cerimônia de inauguração da BR 163, Ministro garante asfalto

Publicado

Mauro Mendes fez questão de agradecer o Presidente Jair Bolsonaro, o Ministro dos Transportes Tarcísio Gomes de Freitas.

O Governador Mauro Mendes do DEM, de Mato Grosso, usou sua fala, durante a inauguração dos 40 km de asfalto da BR-163, nos estados de MT e Pará, para pedir também pelo asfaltamento do trecho de 125 km da BR 158, que vai do Alô Brasil até o Luizinho, próximo ao entroncamento de Canabrava do Norte.

O Governador enfatizou o potencial da região nordeste de MT, e falou sobre o trafego intenso da BR. “Preciso falar da BR-158, uma rodovia que passam cerca de 2 mil carretas por dia, ela está praticamente asfaltada há não ser em pouco mais de 100 km que atravessam uma reserva indígena que foi criada há poucos anos atrás, precisamos encontrar uma solução para estes problemas que afligem a infraestrutura do pais que é os entraves ambientais”, destacou Mauro Mendes.

Mendes fez referência ao novo Marco do Licenciamento que está no Congresso, ele fez questão de salientar a coragem do Presidente Jair Messias Bolsonaro de enfrentar temas que nunca outrora foram discutidas. “Eu tenho certeza Presidente que nós podemos encontrar novas realidades que tragam justiça, que preserve o meio ambiente, mas que preserve também o interesse de quem trabalha e de quem produz neste país”, disse o Governador Mauro Mendes, conforme vídeo abaixo.

Leia mais:  CPI da Sonegação Fiscal ouve presidente da Amaggi

Mendes também cobrou que é necessário fazer um novo marco jurídico para que os licenciamentos possam destravar obras importantes no país como a  BR-158 e tantas outras obras em todo o Brasil.

Mauro Mendes fez questão de agradecer o Presidente Jair Bolsonaro, o Ministro dos Transportes Tarcísio Gomes de Freitas, a Bancada de MT no Congresso Nacional e também a Assembleia Legislativa de MT.

Vale ressaltar que a BR 163, pedia socorro há mais de 40 anos para o asfaltamento deste trecho, que foi concluído pelo exército Brasileiro.  A obra segundo o Presidente começou a ser estruturada ainda em 2018, logo que ele venceu as eleições.

No discurso, o Ministro Tarcísio disse que o hoje (14) é um momento de comemoração, mas também de novos trabalhos. “Hoje é um momento de celebrar, e amanhã é um momento de trabalhar de novo, porque não dá pra parar sabendo que tem a 174 pra resolver, sabendo que a gente tem a 158 pra resolver, nós vamos pavimentar a 158 Governador Mauro, nós sabemos da sua luta por isso, nós vamos pavimentar a 230, nós vamos levar o desenvolvimento para este Brasil, vamos fazer a FICO, e vamos assinar a ferrovia de integração do Centro Oeste levando o desenvolvimento da Região do Araguaia”, disse o Ministro Tarcísio.
Veja abaixo os vídeos:

Leia mais:  Audiência na AL discute aumento de casos da doença de Alzheimer na população idosa

Vídeo Relacionado

Fonte:Agência da Notícia

Continue lendo

Política MT

Bloco parlamentar Resistência Democrática continuará atuação em 2020

Publicado

Foto: FABLICIO RODRIGUES / ALMT

O bloco parlamentar "Resistência Democrática" será mantido em 2020 com os mesmos seis membros da data de criação, no ano passado, e foco na defesa de servidores públicos e minorias. O documento já foi protocolado na Assembleia Legislativa de Mato Grosso.

O grupo é formado pelos deputados Janaina Riva (MDB), Lúdio Cabral (PT), Valdir Barranco (PT), Delegado Claudinei (PSL), João Batista (PROS) e Elizeu Nascimento (DC). “Nós firmamos o compromisso de defesa dos servidores públicos e dos serviços públicos e isso independente da composição partidária. É um bloco plural, mas com uma identidade”, resume Lúdio Cabral.

O deputado João Batista lembra que no ano passado os membros do bloco discutiram juntos os principais projetos votados. “Tivemos união para votar algumas bandeiras, não só do funcionalismo, mas outras matérias, como a questão do cota zero, embora dentro do próprio bloco tenha tido mais de um posicionamento. Mas no geral, a maioria dos projetos a gente tem votado junto”, explica. “A CPI da Previdência, por exemplo, foi resultado de um trabalho conjunto do bloco”, ressalta João Batista.  

Leia mais:  CPI da Sonegação Fiscal ouve presidente da Amaggi

Para o deputado Lúdio Cabral, durante o ano passado, o bloco conseguiu ocupar espaços e travar discussões importantes. “A vida no governo não foi fácil, exatamente porque nós estávamos bem posicionados nas comissões e no debate em plenário”, destaca o parlamentar. “Tivemos vitórias parciais, mas mesmo nas derrotas nós fomos capazes de estabelecer contrapontos e alcançar mudanças, mesmo que pequenas, positivas, para os servidores”, lembra o deputado. “O governo asfixiou os serviços públicos, que são direitos da população, mas nossa tarefa era fazer, mesmo em minoria, a resistência e o debate”, completa.  

Neste ano, o deputado Delegado Claudinei garante que bloco parlamentar continuará atuando para proteger os direitos dos servidores do estado. “Como delegado concursado de Mato Grosso há 18 anos, não poderia me furtar de compor esse bloco parlamentar. Vamos debater os projetos que o governo enviar junto ao funcionalismo”, afirma o parlamentar. Além de fiscalizar o governo, o bloco também pretende fortalecer projetos de iniciativa de membros do grupo.

Comissões – Na avaliação de Cabral, a formação do bloco foi importante para garantir a participação dos membros em comissões parlamentares em 2019. “A oposição conseguiu ir para a Comissão de Constituição, Justiça e Redação cada um de nós conseguiu ocupar espaços importantes nas comissões permanentes, a Janaina na comissão de orçamento, o Barranco na Comissão de Educação, o Elizeu, o Claudinei e o João Batista na Comissão de Segurança Pública, o João Batista na Comissão de Trabalho, eu na Comissão de Saúde”, lembra o parlamentar.  

Leia mais:  Aprovado em 1ª votação, PL que reserva vaga a negros e indígenas em empresas com incentivos fiscais

Em 2020, João Batista adianta que o bloco deve buscar assentos em mais comissões. “Entendemos que devemos mesclar mais. Então o bloco vai buscar participação em cada uma das 13 comissões”, afirma. “Mas é claro que as comissões que nós dominamos o tema, como segurança, trabalho, direitos humanos… nessas a gente vai buscar a presidência”, completa o deputado.

Fonte: ALMT
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

SÃO FELIX DO ARAGUAIA

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

MULHER

Mais Lidas da Semana