conecte-se conosco


Cuiabá

Ex-marido condenado por matar juíza dentro de fórum é preso em Cuiabá

Publicado

Ele estava em progressão de regime cumpria a pena no semiaberto desde junho deste ano. Enfermeiro estava com a prisão decretada, porém, não há informações do motivo da prisão.

O enfermeiro Evanderly de Oliveira Lima, de 50 anos, condenado a 18 anos de prisão por matar a juíza Glauciane Chaves de Melo, foi preso na última segunda-feira (11), em Cuiabá.

De acordo com a Polícia Militar, Evanderly foi abordado no bairro Goiabeiras. Ele estava na rua, parado na frente de uma casa. O enfermeiro estava com a prisão decretada, porém, não há informações do motivo da prisão.

Juíza Glauciane Chaves de Melo — Foto: Assessoria/TJMTJuíza Glauciane Chaves de Melo — Foto: Assessoria/TJMT

Juíza Glauciane Chaves de Melo — Foto: Assessoria/TJMT

O ex-marido era monitorado por tornozeleira eletrônica e foi levado à Gerência Estadual de Polinter (Gepol).

O crime

A magistrada foi assassinada com dois tiros na nuca dentro do Fórum de Alto Taquari, a 509 km de Cuiabá, em junho de 2013.

Leia mais:  Criminosos invadem agência bancária e explodem caixas eletrônicos em Cuiabá

Glauciane e Evanderly viveram juntos por cerca de oito anos e tinham se separado em dezembro de 2012. Eles tinham se mudado para Alto Taquari em junho de 2012 depois de ela tomar posse no cargo de juíza.

Antes ela tinha atuado como advogada e como assessora de um juiz em Belo Horizonte (MG). À época do crime, eles estavam separados havia seis meses.

Fonte:G1 MT

publicidade

Cuiabá

Justiça manda afastar secretário de Educação investigado por favorecimento

Publicado

7ª Vara Criminal da Capital determinou o afastamento do secretário de Educação de Cuiabá Alex Vieira. Ele é alvo de busca e apreensão na Operação Overlap deflagrada na manhã de hoje (23) pelo GCCO e a Deccor, que estão cumprindo ordens judiciais no condomínio de luxo Alphaville, no bairro Jardim Itália, e em um prédio residêncial no bairro Santa Marta, próximo ao Parque Mão Bonifácia. Além dele, o ex-secretário da pasta, Rafael Cotrim também é alvo. A reportagem do tentou contato com o secretário, mas o celular está na caixa de mensagem. A Prefeitura de Cuiabá já emitiu nota informando que vai cumprir a ordem de imediato.

De acordo com a decisão, Viera tem que ser afastado do cargo até que as investigações sejam concluídas.

Os delegados Luiz Henrique Damasceno e Juliana Palhares são os coordenadores da operação conjunta entre Deccor e GCCO.

O Inquérito Policial foi iniciado após informações de que em 2017, o então secretário municipal de educação teria recebido valores indevidos por meio de suas empresas, sendo posteriormente detectado se tratar de empresas ligadas diretamente ao atual secretário no cargo.

Leia mais:  Criminosos invadem agência bancária e explodem caixas eletrônicos em Cuiabá

De acordo com as investigações, o contrato nº 178/2017 teria por objetivo concluir a obra iniciada por meio do contrato nº 5979/2012, porém durante as análises, de imediato, foi detectado provável duplicidade de itens licitados. Os valores chegam à monta de R$ 249.451,00 em custos executados no contrato 178/2017, que já constavam como executados no contrato 5979/2012, porém foram executados novamente de forma integral ou parcial.

Em análise das informações, se somados o valor do contrato nº 5979/2012 (R$ 1.208.321,93), com o valor pago no contrato nº178/2017 (R$1.096.248,81), chega-se ao valor total de R$ 2.304.570,74, para uma obra que tinha como custo inicial R$ 1.432.300,00, ou seja, uma diferença de R$ 872.270,74, superando em pouco mais de 60% do valor inicialmente licitado em 2012.

Fonte:RDNEWS

Continue lendo

Cuiabá

Toque de recolher começa nesse sábado

Publicado

cuiabanoite.jpg

O toque de recolher em Cuiabá começa nesse sábado (13) a partir das 22h30, conforme o decreto do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) publicado nesta semana. A partir desta data, fica proibida a circulação de qualquer pessoa no município, no período entre 22h30 às 5h.

A medida é válida pelos próximos 16 dias.

Só será permitida a locomoção em serviços essenciais, como hospitais, clínicas veterinárias e odontológicas, farmácias, laboratórios, funerárias, serviço de segurança pública e privada, serviços de taxi e aplicativo de transporte individual remunerado de passageiros e profissionais da área da Saúde.

No decreto, o prefeito disse que está permitida a circulação de pessoas no horário previsto em casos de acesso a esses serviços essenciais, ou em casos de cidadãos em trânsito para o Terminal Rodoviário de Cuiabá ou Aeroporto Internacional Marechal Rondon, em Várzea Grande, região metropolitana.

A manutenção da frota de ônibus do transporte coletivo municipal deve ser de até 20%.

 

FONTE:FOLHA MAX

Leia mais:  Procon proíbe que Energisa corte luz de clientes durante pandemia em MT
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

SÃO FELIX DO ARAGUAIA

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

MULHER

Mais Lidas da Semana