conecte-se conosco


Política MT

Mães de Nossa Senhora de Livramento recebem Sala da Mulher em Ação

Publicado

Foto: KAREN MALAGOLI / ALMT

Foto: KAREN MALAGOLI / ALMT

Para fechar o mês das mães, cuidado às mamães de Nossa Senhora do Livramento e fortalecimento da autoestima delas.

A Assembleia Social (antiga Sala da Mulher) levou alguns dos serviços da Sala da Mulher em Ação para a comunidade atendida pelo Sopão Solidário Amigos de Todos, especialmente cuidados de beleza, nessa quinta-feira (30). Para fechar o mês das mães, cuidado às mamães de Nossa Senhora do Livramento e fortalecimento da autoestima delas.

A tarde com serviços de limpeza de pele, maquiagem, manicure, penteados e corte de cabelo atendeu, gratuitamente, cerca de 60 mães, em um evento que abrigou 80 pessoas (incluindo homens e crianças). Todos aguardavam, ainda, a sopa a ser oferecida – como ocorre toda quinta-feira, quando as famílias se alimentam no local e levam para casa, a fim de alimentar outros membros.

O Sopão Solidário ainda fornece, quando possível, verduras e carnes. Os alimentos são arrecadados por meio de parcerias com a Assembleia Social e com mercados e açougues.

Leia mais:  Personalidades do Araguaia são homenageadas em sessão solene

No momento festivo da última quinta, houve sorteio de brindes para as mães – doados também por parceiros – e lanche para as crianças.

Dona Líbia Maria do Espírito Santo, mãe de dois jovens, não escondia a alegria em mudar o visual. Fizera uma trança no cabelo e maquiagem. Religiosa, garantiu que ficou “bonita para Jesus, para adorar a Deus” e classificou a tarde como “maravilhosa e especial”.

Cheila Camila da Silva, de 28 anos, levou seus dois filhos menores (de 2 e de 7 anos) para o evento promovido pela Assembleia Social no Espaço Papa Banana, em Livramento. Os outros, mais velhos, estavam na escola, mas comeriam da sopa que mãe levaria mais tarde. Cheila estava “achando tudo bom”, porque não é “todo dia que pode se arrumar”, exibindo a limpeza de pele e garantindo que se maquiaria logo mais.

A Ong Autoestima, uma das parceiras da Assembleia Social, que leva tratamentos de cabelo às comunidades, com professoras de Curso de Cabeleireiro e alunos voluntários, dispôs ao evento 14 pessoas para atender as mães de Livramento. Silça Pinheiro, a idealizadora acredita que todos precisam fazer algo pelo próximo. “Nós temos que ajudar o ser humano”, sintetiza.

Leia mais:  Substitutivo integral sobre verba indenizatória é arquivado durante sessão extraordinária

Uma das idealizadoras do Sopão Solidário, Suely Curvo, acredita que o evento alusivo ao Dia das Mães foi um sucesso e buscará formas de torna-lo uma ação contínua. “Nós precisamos, uma vez por mês, fazer uma ação de corte de cabelo, de unha, de conversa, de atendimento destas mulheres, aqui precisa muito”, narra.

“É este tipo de projeto que a Assembleia Social busca apoiar: mais que alimento para o corpo, busca o despertar da autoestima, o carinho, aproximar os corações. Somos parceiros deste sopão há mais de ano e estamos sempre dispostos a oferecer o que nos for possível”, declara a diretora da Assembleia Social, Daniella Paula Oliveira.

Fonte: ALMT
publicidade

Política MT

CPI da Renúncia Fiscal retoma as atividades na quarta (4) e mira em fraudes no setor de mineração

Publicado

Foto: FABLICIO RODRIGUES / ALMT

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga indícios de sonegação de impostos e renúncias fiscais indevidas em Mato Grosso retoma suas atividades nesa quarta-feira (4). A primeira reunião que abre os trabalhos de 2020 está programada para as 9h na Sala 201 – Oscar Soares, localizada no prédio da Assembleia Legislativa.

Na ocasião, será discutida uma diretriz a respeito da elaboração de um relatório a ser formulado pelo deputado estadual Ondanir Bortolini, o Nininho (PSD), referente ao setor de mineração. No segundo semestre de 2019, foi concluído o relatório da sub-relatoria do setor de combustíveis pelo deputado estadual Carlos Avalone (PSDB).

Uma das descobertas que veio à tona é que somente em 2018, Mato Grosso deixou de arrecadar cerca de R$ 1,9 bilhão por causa da sonegação, o que corresponde a 1,5% do Produto Interno Bruto (PIB) estadual.

“A CPI tem feitos os trabalhos corretamente. E a maior prova disso é que o próprio governo do estado tem adotado providências e se comprometido a aperfeiçoar o combate à sonegação de impostos. Mato Grosso não pode ter a cada ano demandas crescentes em educação, saúde, segurança pública, infraestrutura e assistência social e uma sonegação de impostos ainda mais crescente que impede a entrada de dinheiro em caixa”, disse.

Leia mais:  Agosto será escolhido mês estadual de combate às queimadas

A CPI da Renúncia e Sonegação Fiscal é presidida pelo deputado estadual Wilson Santos e iniciou os trabalhos no dia 12 de março de 2019. Compõem a comissão, além de Wilson Santos, os deputados Carlos Avalone (vice-presidente), Ondanir Bortolini – o Nininho (relator), Max Russi e Janaína Riva, estes dois últimos na condição de suplentes.

Fonte: ALMT
Continue lendo

Política MT

Emenda parlamentar no valor de R$ 1,4 milhão garante Escola Militar em Sorriso

Publicado

Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

Foto: KATIANA PEREIRA

A Lei Orçamentária Anual (LOA) 2020 do Poder Executivo teve a adição de uma emenda parlamentar de autoria do deputado estadual Xuxu Dal Molin (PSC-MT) que garante o recurso de R$ R$ 1.488.201,42 para construção de uma Escola Militar em Sorriso.

“Tivemos uma audiência pública na quinta-feira (27.2) para debater a construção da nova Escola Militar de Sorriso, que vai ser no bairro Kaiabi. A prefeitura vai doar o terreno e a escola vai ser construída com a emenda que eu destinei. Essa é uma necessidade do município e estamos trabalhando para concretizar. Já é uma realidade. Conversamos com os pais, as mães e vamos fazer o melhor para toda comunidade”, destacou o parlamentar.

Além da emenda para a Escola Militar, Xuxu Dal Molin destinou mais de R$ 7 milhões em emendas parlamentares em diversas áreas. “Saúde e educação são prioridades no meu mandato. Mas também destinamos emendas para infraestrutura e regularização fundiária. O Estado precisa crescer e essas áreas são importantes para atrair investimentos e também gerar renda”, disse.

Leia mais:  Projeto de lei obriga governo a divulgar quantia de impostos à sociedade civil

A Escola Militar é gerida pela Secretaria Estadual de Educação (Seduc) e tem como objetivo, além de trabalhar os conteúdos programados na grade curricular, contribuir no processo de formação do cidadão. A escola funciona de forma integrada com a Secretaria Estadual de Segurança (Sesp). As coordenações pedagógica, administrativa e financeira da unidade são exercidas por profissionais devidamente habilitados, em consonância com a legislação educacional vigente no País.

Os militares ministram aulas na educação básica, desde que devidamente habilitados para docência nas áreas específicas, conforme os procedimentos para atribuição de classe/aula adotados pela Seduc. A Escola Militar seguirá a matriz curricular da rede estadual.

Fonte: ALMT
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

SÃO FELIX DO ARAGUAIA

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

MULHER

Mais Lidas da Semana