conecte-se conosco


Policial

Pastora e cantora gospel agride sogra, de 73 anos, na frente de crianças; vídeo

Publicado

Lucimara Pires se justificou dizendo que idosa bateu nela primeiro

A cantora gospel e pastora Lucimara Pires, 34 anos, virou o assunto principal na cidade de Nova Andradina, em Mato Grosso do Sul, após circular nas redes sociais um vídeo que mostra ela agredindo sua sogra, de 73 anos. Segundo o ‘Jornal da Nova’, o episódio teria ocorrido no dia 7 de janeiro.

Em entrevista ao site, a missionária confirmou o episódio, mas negou ter batido na sogra. Ela classificou a briga como um “pequeno incidente”. Ainda em sua justificativa, a evangélica afirma que foi xingada e agredida pela idosa, a qual teria lesionado sua boca. No momento em que estava se defendendo, , continua Lucimara, o marido – que é filho da idosa – começou a filmar para mostrar aos irmãos e familiares que estava sofrendo com as atitudes da mãe.

“A mãe do meu esposo é muito transtornada, aparentando um descontrole anormal, me agrediu sem motivos, com muitos insultos. Fui obrigada a respondê-la, sem qualquer violência. Não houve nenhuma agressão física”, disse.

Leia mais:  Veículo carregado com cerca de 270Kg de maconha se envolve em acidente na BR-364 em Rondonópolis/MT

Veja o vídeo:

“Ninguém da família quer ficar com ela [idosa], então resolvemos ficar até que uma filha que mora em Nova Casa Verde, alugasse uma casa aqui em Nova Andradina, para morar com ela, mas desde que estava em nossa residência, foi uma atribulação, uma perturbação, cheguei a ligar no Corpo de Bombeiros e na Polícia Militar no dia 7, mas me disseram que não podiam fazer nada”, conclui.

Nas palavras da missionária, ela vai prestar depoimento na delegacia, levar a verdade, provas e que tem apoio dos familiares, dizendo que não a agrediu e sim apenas se defendeu das agressões que há um mês vem sofrendo da idosa. “Hoje, vai ver a condição que ela está vivendo com um filho que é solteiro, em um sítio no assentamento na Casa Verde”, disse.

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Atendimento à Mulher (DAM) de Nova Andradina, investiga se houve maus-tratos ou vias de fato mediante a violência doméstica.

Leia mais:  Polícia Civil identifica e prende dupla que atuava em crimes de roubo e extorsão contra homossexuais

Fonte:Correio24hrs

publicidade

Policial

Funcionário agride gerente e mostra pênis para PM em MT

Publicado

Suspeito queria sair no meio do expediente para comprar drogas

Um homem foi preso após agredir o gerente do local onde trabalha e mostrar o pênis para os policiais na tarde desta terça-feira (18) em Alta Floresta (803 km da Cuiabá). Segundo informações, os trabalhadores queriam sair do trabalho para comprar drogas.

De acordo com o boletim de ocorrência, a fato teria acontecido quando um grupo de funcionários pediu ao gerente para sair durante o expediente da tarde. Contudo o pedido foi recusado, o que teria motivado uma discussão.

Diante da situação, a Polícia Militar foi acionada e ao chegar no local, cerca de nove pessoas estavam envolvidas na briga. De acordo com o comandante Wesmensandro, um deles, que estava bem alterado resistiu a prisão, abaixou o short e exibiu o pênis aos policiais.

“Em determinado momento ele tirou o short mostrando as partes íntimas para os policiais militares, inclusive, para uma policial militar feminino que estava no local, o que aumenta muito mais a falta de respeito, diga-se de passagem”, explicou o tenente-coronel.

Leia mais:  Veículo carregado com cerca de 270Kg de maconha se envolve em acidente na BR-364 em Rondonópolis/MT

Para efetuar a prisão, os militares usaram de força física e foi necessário ainda, o uso de dardo elétrico (Taser) para imobilizá-lo.

O rapaz foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil, onde foi ouvido pelo delegado e ficou detido aguardando os procedimentos cabíveis ao caso.

Fonte: FolhaMax

Continue lendo

Policial

Menor desaparecida é achada casada com ladrão de carros em Cuiabá

Publicado

Menina de 16 anos fugiu de casa no ano passado para namorar criminoso

Na tarde desta terça-feira (18) durante buscas a um veículo roubado, uma menor de 16 anos que estava desaparecida desde 2019 no município de Colniza (1.068 km de Cuiabá) foi encontrada em uma casa no bairro Jardim Umuarama, na Capital. A adolescente confirmou a polícia que ela estava vivendo com um dos dois suspeitos que acabaram presos.

De acordo com informações da Polícia Civil, militares teriam recebido a informação de que em uma casa estaria um veículo que tinha sido anteriormente roubado. Com isso, os policiais se dirigiram até o local indicado na denúncia.

Chegando lá e após abordagem, os PMs identificaram alguns documentos pessoais no recinto, que seriam de pessoas anteriormente roubadas, além de duas armas de fogo e diversas munições usadas nos revólveres. Um automóvel roubado também foi localizado na casa.

A menina que também estava na residência confessou que tinha 16 anos e que teria saído do município em que vivia para morar com um dos suspeitos, em Cuiabá. Diante da situação, a dupla criminosa foi encaminhada a delegacia, onde ambos acabaram presos em flagrante.

Leia mais:  Menor desaparecida é achada casada com ladrão de carros em Cuiabá

Os dois foram autuados por receptação e posse ilegal de arma. A menor ficou aos cuidados do Conselho Tutelar.

A Polícia Judiciária Civil (PJC) investiga o caso.

Fonte: FolhaMax

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

SÃO FELIX DO ARAGUAIA

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

MULHER

Mais Lidas da Semana