conecte-se conosco


Mato Grosso

PM fecha boate por oferecer drogas e bebidas alcoólicas a adolescentes; dono foi preso

Publicado

Policiais militares de Sorriso (a 420 km de Cuiabá) prenderam um homem, identificado como J.L.S. (42 anos), por tráfico de drogas e por oferecer bebidas alcoólicas a menores de idade, na área central da cidade. Um adolescente foi apreendido.

De acordo com o boletim de ocorrência, os policiais realizavam abordagens em frequentadores de bares e boates com objetivo de identificar crianças e adolescentes em atitude de risco e  combater o tráfico de drogas. A operação, denominada “Saturação”, contou com a presença de conselheiros tutelares.

Os policiais foram informados que um homem estaria vendendo entorpecentes na porta de uma boate. Quando chegaram ao local, abordaram um adolescente de 17 anos que carregava uma porção de maconha e dinheiro.

A denúncia acrescentava que o consumo de entorpecente e a presença de menores no local seria frequente.

Dentro da boate os militares encontraram vários adolescentes embriagados e porções de maconha, cocaína, além de latas anti respingo de solda e lolô, usados para inalar.

Três adolescentes de 16 e 17 anos confirmaram que consumiram bebida alcoólica e que não foram questionados sobre a idade. Todos tinham livre acesso à bebida, devido à festa ser open bar.

Leia mais:  PM apreende papelotes de maconha e identifica suspeito que fazia entregas

O homem detido é proprietário do estabelecimento, porém, o organizador do evento não estava no momento da operação.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Fonte: GOV MT
publicidade

Mato Grosso

Ex-vereador de São José do Xingu é morto a tiros no Distrito de Espigão do Leste

Publicado

A suspeita é de acerto de contas, visto que a vítima era envolvida com o tráfico de drogas e grilagem de terras

O ex-vereador de São José do Xingu Luiz Freitas Lopes, de 57 anos, mais conhecido como Luiz da Carlozita, foi morto por volta de 22h de terça-feira (19), no Distrito de Espigão do Leste, há cerca de 200 km de São Félix do Araguaia.

Conforme apurou o site Olhar Alerta, consta no boletim de ocorrência que a Polícia Militar foi acionada por populares, pois possivelmente teria ocorrido disparos de arma de fogo próximo a uma oficina. Quando a guarnição chegou ao local, localizou Luiz e o encaminhou até o pronto atendimento, onde os profissionais competentes constataram que ele já estava sem vida. Luiz da Carlozita foi morto com cerca de seis tiros.

Os policiais fizeram rondas pelo distrito afim de localizar o atirador, contudo, não obtiveram êxito. A suspeita é de acerto de contas, visto que a vítima era envolvida com o tráfico de drogas e grilagem de terras. O caso deverá ser investigado pela Polícia Judiciária Civil

Leia mais:  Agência Fazendária de Paranatinga fica sem atendimento telefônico

Fonte:Olhar alerta

Continue lendo

Mato Grosso

Governo fecha outubro com R$ 71 milhões provisionados para pagar o 13º salário

Publicado

Pela primeira vez no ano, o Governo do Estado conseguiu fechar o mês com recurso provisionado para o pagamento do 13º salário do servidor público. Já está no caixa do Executivo o valor de R$ 71 milhões, que serão destinados para a quitação da folha extra de dezembro.

De acordo com o balanço do mês de outubro, que foi apresentado ao governador Mauro Mendes nesta terça-feira (19.11), o Estado arrecadou R$ 1.732.119.702, o maior valor acumulado do ano. O Governo tinha um saldo na conta única no dia 1º de outubro no valor de R$ 49.561.685 e o total de despesas no mês foi de R$ 1.558.189.595.

No mês passado foi possível efetuar o pagamento de R$ 152.174.631 de despesas acumuladas do ano de 2019 e ainda provisionar o valor de R$ 71 milhões para quitar o 13º salário.

Nas despesas fixas mensais, o Estado utilizou R$ 305.576.654 para o pagamento da folha salarial dos servidores ativos e R$ 180.761.058 dos aposentados e pensionistas.

Com relação aos repasses obrigatórios aos poderes, o Governo transferiu para a conta do Tribunal de Justiça o valor de R$ 88.215.266; para Assembleia Legislativa, R$ 40.828.828; Ministério Público Estadual, o valor foi de R$ 35.619.029; para o Tribunal de Contas do Estado o repasse foi de R$ 29.171.648; e a Defensoria Pública recebeu a quantia de R$ 13.630.898.

Leia mais:  Em setembro, mais de 4.500 reclamações foram registradas pelo Procon-MT

As prefeituras receberam em repasse obrigatório a quantia de R$ 330.091.224. Na Educação, o valor do Fundeb foi de R$ 182.460.790 e mais o repasse de R$ 18.852.082. A Saúde Pública ficou com R$ 51.466.383.

O balanço registrou que o custeio das secretarias ficou na ordem de R$ 130.654.270 e os repasses para Iagro, Imad, Imafir e Detran, na ordem de R$ 2.586.682.

Foi possível também repassar no mês de outubro a quantia de R$ 23.678.338 às contas especiais do MT Saúde, MT Prev e Feef. Os bloqueios judiciais totalizaram a quantia de R$ 8.546.624.

Com investimentos, o valor gasto foi de R$ 8.549.353, aqui não é contabilizado o recurso investido pelo Fethab (Fundo Estadual de Transporte e Habitação). Já com o pagamento de dívidas com bancos, o valor despendido foi de R$ 107.620.469.

Fonte: GOV MT
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

SÃO FELIX DO ARAGUAIA

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

MULHER

Mais Lidas da Semana