conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil prende homicida foragido de Tocantins que utilizava nome de irmão para não ser descoberto

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Um foragido da Justiça que utilizava o nome do irmão para não ser descoberto foi preso pela Polícia Judiciária Civil, na sexta-feira (30.08), após ter seu verdadeiro nome identificado pelos policiais da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Rondonópolis (212 km ao Sul).

O suspeito, Renato Brito de Alencar, 34, estava com a ordem de prisão decretada pela Justiça de Tocantins por crime de homicídio. As investigações iniciaram há cerca de dois meses, quando durante uma abordagem policial o suspeito se apresentou com o nome do irmão (Walmor Brito Alencar), porém não apresentou documentos pessoais.

Em checagem no sistema, foi possível verificar diversas passagens criminais anteriores em nome de Walmor pelos crimes de furto (consumado e tentado), tráfico de drogas, dano, além de vários boletins de ocorrência de extravio de documentos.

Desconfiando que o suspeito havia mentido o nome, os policiais da Derf Rondonópolis iniciaram o trabalho investigativo para descobrir a sua verdadeira identidade, Durante cruzamento de dados, os policiais descobriram o mandado de prisão em aberto em nome de Renato Brito Alencar, que em tese seria irmão do investigado, expedido pela Comarca de Araguaçu (TO).

Leia mais:  Polícia Civil prende autores de violência doméstica por descumprimentos de medidas protetivas

Em continuidade as checagens, os policiais encontraram uma fotografia do suspeito “Walmor”, ocasião em que foi possível perceber que o investigado não era a mesma pessoa que se apresentava, se tratando na verdade de Renato Brito Alencar.. Com a constatação, iniciaram novos trabalhos de buscas pelo foragido, que foi detido pelos policiais da Derf Rondonópolis, na sexta-feira (30), na região Central de Rondonópolis.

Na abordagem, o suspeito novamente se apresentou com o nome de Walmor, porém questionado, o suspeito acabou confessando o verdadeiro nome e revelou que passava pelo seu irmão para não ser descoberto pela Polícia. Diante das evidências, o foragido foi conduzido a Derf Rondonópolis, onde foram tomados os procedimentos de praxe para cumprimento da ordem de prisão.

Fonte: PJC MT
publicidade

Policial

Polícia Civil cumpre prisão de suspeito condenado por homicídio ocorrido em Várzea Grande

Publicado

Assessoria | PJC-MT

A Polícia Judiciária Civil, através da Gerência Estadual de Polinter (Gepol), cumpriu na manhã desta segunda-feira (02.09) o mandado de prisão por condenação contra, Lauriano Oilson das Neves, 31 anos. O suspeito foi condenado a catorze anos de anos reclusão pelo crime de homicídio qualificado.

O crime ocorreu no dia 23 de março de 2010, em frente a igreja Assembleia de Deus, no bairro São Mateus, em Várzea Grande, ocasião em que o suspeito desferiu disparos de arma de fogo contra a vítima, Gean Carlos Rodrigues Sauder.

Identificado como autor do crime, o suspeito foi julgado e condenado por homicídio qualificado, sendo decretado pela Justiça, o mandado de prisão em seu desfavor. Depois de regularmente cumprida a ordem de prisão contra o procurado, o preso foi encaminhado para Audiência de Custódia, à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT
Leia mais:  Operação integrada vistoria bares e aborda quase 200 pessoas
Continue lendo

Policial

Polícia Civil prende suspeitos e recupera produtos comprados com cartões clonados pela Internet

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Diversos produtos de uma loja automotiva no estado de Goiás, adquiridos de forma fraudulenta em compras realizadas pela Internet, foram recuperados pela Polícia Judiciária Civil, na sexta-feira (30.08), em investigações realizadas pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Barra do Garças (502 km a Leste) em parceria com a Cenfla.

A ação resultou na prisão em flagrante de W.G.C., 18 e apreensão da adolescente C.R.L., 16, por receptação. Os jovens foram flagrados com parte dos produtos de uma loja de som automotivo, localizada na cidade de Caldas Novas (GO), adquiridos através de compras pela Internet realizadas com cartão clonado

Segundo as investigações da Derf Barra do Garças, W.G.C conseguia dados de cartões de crédito de terceiros e de posse destas informações entrava na plataforma de venda da loja, fazendo a compra das mercadorias, dando como endereço de entrega a cidade de Barra do Garças. Para dificultar o descobrimento da sua identidade, o suspeito utilizava nomes e endereços falsos.

Leia mais:  Polícia Civil prende autores de violência doméstica por descumprimentos de medidas protetivas

De posse dos produtos, a menor C.R.L fazia os anúncios das mercadorias na sua página pessoal na Rede Social Facebook, comercializando os itens por preços muito abaixo do mercado, causando um prejuízo aproximado de R$ 35 mil a vítima.

Com base nos levantamentos, os policiais da Derf Barra do Garças deflagraram a ação com alvo na dupla de golpistas, conseguindo recuperar vários equipamentos, avaliados em R$ 10 mil, minimizando assim o prejuízo da vítima.

Conduzido a delegacia, suspeito W.G.C foi autuado em flagrante pelo crime de receptação e corrupção de menores e será submetido a audiência de custódia. Segundo o Delegado Wilyney Santana Borges Leal, que coordenou a operação, as investigações prosseguirão para saber como o suspeito teve acesso aos dados dos cartões clonados.

 

 

Fonte: PJC MT
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

SÃO FELIZ DO ARAGUAIA

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

MULHER

Mais Lidas da Semana