conecte-se conosco


Policial

Polícia Comunitária participa de evento para crianças e adolescentes em comunidade de Barão de Melgaço

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Mais uma atividade preventiva voltada ao público de crianças e adolescentes, alunos da Escola Municipal da Comunidade Ribeirinha Cuiabá Mirim, foi realizada pela Polícia Judiciária Civil, por meio dos projetos sociais da Coordenadoria de Polícia Comunitária.

A ação aconteceu na quinta-feira (29.08) no município de Barão de Melgaço (113 km ao Sul), em parceria com o projeto “Pantanal, Turismo com Cidadania”, das Secretaria Municipal de Educação e de Turismo de Barão de Melgaço, e da Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc).

A comunidade fica a cerca de 45 minutos da cidade de Barão de Melgaço e o acesso é feito somente de barco. Durante o evento, foram levadas informações e orientações aos estudantes, no formato de “roda de conversa – dialogo social”, além da distribuição de cartilha educativa do projeto e exibição de vídeos.

Na ocasião, os policiais civis Pedro Portilho e Luiz Carlos Seixas, abordaram os temas relacionados a preservação ambiental, turismo sustentável, a problemática do uso indevido de drogas, trabalho infantil e a exploração e abuso sexual.

Leia mais:  Justiça recebe processo e torna réu caminhoneiro acusado de infectar seis mulheres com HIV

Contribuindo para alegria e diversão da criançada, teve a presença do mascote “Bom Dog” do programa De Cara Limpa contra as Drogas.

O projeto “Pantanal, Turismo com Cidadania”, tem como objetivo principal fortalecer a rede de proteção ambiental e promover a integração social, com a finalidade de conscientizar ainda mais a população para importância da preservação ambiental, visando a diminuição nos impactos ambientais, melhoria nas condições socioeconômica com o desenvolvimento de ações de inclusão socioprodutiva, gerando fontes alternativas de renda através da exploração do turismo de forma sustentável.

O projeto é desenvolvido pelo Instituto Brasileiro de Desenvolvimento do Empreendedorismo Social – IBDES, patrocinado pelo Banco da Amazônia – Basa, executado em parceria com da Prefeitura de Barão de Melgaço (Secretarias Municipais de Turismo e Meio Ambiente, Assistência Social e Cultura, Educação e Saúde) e Polícia Civil.

A ideia do projeto é atender todas as escolas municipais e estaduais do município de Barão de Melgaço, podendo inclusive chegar a algumas escolas do município vizinho Santo Antônio de Leverger.

 

Leia mais:  Polícia Civil prende homem que matou cachorros de ex-companheira por não aceitar fim de relacionamento

 

publicidade

Policial

Homem agride sogra e ameaça filho de 7 anos

Publicado

Giroflex.jpg

Policiais militares de São José dos Quatro Marcos (a 315 km de Cuiabá) prenderam J.F.E. (45 anos) por ameaçar a ex-sogra e o filho. Com ele, os policiais ainda encontraram uma porção de maconha, que foi apreendida.

De acordo com o boletim de ocorrência, a vítima, uma mulher de 54 anos, acionou a PM relatando ter sido agredida pelo ex-genro. O homem também teria ameaçado o filho de sete anos, segundo ela.

A mulher contou ainda aos policiais que o homem teria várias passagens por violência doméstica, registrados por sua filha e outras mulheres.

Os militares foram até o local indicado pela mulher, onde o suspeito estaria, e confirmaram a denúncia. Ao perceber a aproximação dos agentes, o homem ainda tentou se desfazer de uma porção de maconha.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Leia mais:  Cinco mulheres são detidas tentando entrar com drogas e aparelho celulares na PCE

Fonte:Folha Max

Continue lendo

Policial

Casal é morto com tiros de espingarda na cabeça em MT

Publicado

A Polícia Civil vai apurar qual o motivo da morte

O casal Flávio Oliveira da Silva, conhecido como Flávio Loko, e “Sueli” foi encontrado morto a tiros dentro de um barraco na região do bairro São Lourenço, em Cáceres (235 km de Cuiabá).

A Polícia foi acionada por volta das 11 horas com relatos de que dois corpos estariam num barraco, deitados num colchonete.

A Polícia Militar foi acionada e isolou o local do crime, acionado as autoridades competentes.

Ainda não há informação sobre os autores do crime. Segundo os relatos iniciais dos policiais que estiveram na cena do crime, os tiros podem ser de uma espingarda calibre 12 e atingiram a cabeça das vítimas.

Uma das suspeitas é de que o crime tenha sido um acerto de contas. Flávio Loko tinha passagens criminais por furtos.

O crime será apurado pela Polícia Civil.

Fonte:Folha Max

Leia mais:  Polícia Civil prende homem que matou cachorros de ex-companheira por não aceitar fim de relacionamento
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

SÃO FELIX DO ARAGUAIA

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

MULHER

Mais Lidas da Semana