conecte-se conosco


Policial

Polícia Comunitária participa de evento para crianças e adolescentes em comunidade de Barão de Melgaço

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Mais uma atividade preventiva voltada ao público de crianças e adolescentes, alunos da Escola Municipal da Comunidade Ribeirinha Cuiabá Mirim, foi realizada pela Polícia Judiciária Civil, por meio dos projetos sociais da Coordenadoria de Polícia Comunitária.

A ação aconteceu na quinta-feira (29.08) no município de Barão de Melgaço (113 km ao Sul), em parceria com o projeto “Pantanal, Turismo com Cidadania”, das Secretaria Municipal de Educação e de Turismo de Barão de Melgaço, e da Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc).

A comunidade fica a cerca de 45 minutos da cidade de Barão de Melgaço e o acesso é feito somente de barco. Durante o evento, foram levadas informações e orientações aos estudantes, no formato de “roda de conversa – dialogo social”, além da distribuição de cartilha educativa do projeto e exibição de vídeos.

Na ocasião, os policiais civis Pedro Portilho e Luiz Carlos Seixas, abordaram os temas relacionados a preservação ambiental, turismo sustentável, a problemática do uso indevido de drogas, trabalho infantil e a exploração e abuso sexual.

Leia mais:  Esposa denuncia vereador por ter sido agredida; ele nega e registra BO na PM

Contribuindo para alegria e diversão da criançada, teve a presença do mascote “Bom Dog” do programa De Cara Limpa contra as Drogas.

O projeto “Pantanal, Turismo com Cidadania”, tem como objetivo principal fortalecer a rede de proteção ambiental e promover a integração social, com a finalidade de conscientizar ainda mais a população para importância da preservação ambiental, visando a diminuição nos impactos ambientais, melhoria nas condições socioeconômica com o desenvolvimento de ações de inclusão socioprodutiva, gerando fontes alternativas de renda através da exploração do turismo de forma sustentável.

O projeto é desenvolvido pelo Instituto Brasileiro de Desenvolvimento do Empreendedorismo Social – IBDES, patrocinado pelo Banco da Amazônia – Basa, executado em parceria com da Prefeitura de Barão de Melgaço (Secretarias Municipais de Turismo e Meio Ambiente, Assistência Social e Cultura, Educação e Saúde) e Polícia Civil.

A ideia do projeto é atender todas as escolas municipais e estaduais do município de Barão de Melgaço, podendo inclusive chegar a algumas escolas do município vizinho Santo Antônio de Leverger.

 

Leia mais:  RONDONÓPOLIS Forte colisão entre Jeep Renegade e Hillux deixa pai, mãe e bebê gravemente feridos

 

publicidade

Policial

Pastor de 62 anos é denunciado por torturar filha adolescente

Publicado

Um pastor de 62 anos da cidade de Sorriso (397 km de Cuiabá) foi denunciado por sua filha que apontou sofrer tortura física e psicológica causada pelo pai. O caso foi registrado na Polícia Civil da cidade na terça-feira (07).

 

Informações da polícia apontam que a menor prestou depoimento acompanhada do Conselho Tutelar da cidade, uma vez que a adolescente tem apenas 15 anos de idade.

 

De acordo com o portal Só Notícias, a mãe da menor também foi apontada como cúmplice das agressões, pois ela saberia de todas as ações violentas do pai e não teria permitido que ninguém soubesse do comportamento do marido.

 

Segundo a menor, as violências tiveram início quando ela tinha ainda dez anos. Com o passar do tempo, as agressões foram causando pensamento suicida na menina, que teria inclusive se automutilado.

Diante do cenário de violência, a adolescente fugiu da casa que morava com os pais e procurou ajuda da irmã, que, ao saber das agressões, levou a menina à delegacia.

Leia mais:  Estudante de Direito alega ser branco para não ser preso em Cuiabá

 

Ao portal GD  a Polícia Civil não esclareceu se os pais da adolescente já prestaram depoimento após a denúncia, uma vez que o caso segue em segredo por se tratar de denúncia envolvendo menor de idade.

 

De acordo com o artigo quinto do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e do artigo 136 do Código Penal é crime expor ao perigo a pessoa que está sob guarda com possibilidade de prisão, que pode variar entre quatro e 12 anos de reclusão.

 

Fonte:Gazeta Digital

Continue lendo

Policial

Adolescente e criança de 7 anos roubam e agridem idosa de 73 anos em MT

Publicado

Dupla foi liberada e mulher acabou sendo levada a unidade hospitalar

Um adolescente e uma criança de sete anos foram detidos após agredirem uma idosa com pedradas no município de Alto Paraguai (a 178 km de Cuiabá), nessa segunda-feira (7). Segundo as informações, os dois menores iam roubar a residência.

Logo depois, eles entraram no local e anunciaram o assalto para a vítima de 73 anos. A idosa teve várias escoriações depois de ser atingida diversas vezes por pedradas.

Em seguida, a mulher acionou a Polícia Militar e o Conselho Tutelar que foi até o local e conseguiu deter os suspeitos. A dupla assinou um termo de responsabilidade e foi liberada.

A mulher foi encaminhada para uma unidade médica onde recebeu atendimento.

Fonte: FolhaMax

Leia mais:  Esposa denuncia vereador por ter sido agredida; ele nega e registra BO na PM
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

SÃO FELIX DO ARAGUAIA

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

MULHER

Mais Lidas da Semana