conecte-se conosco


Policial

Trio rouba boi em fazenda de MT e é preso por “parti-lo”

Publicado

Após uma intensa perseguição a um carro Monza na Rodovia dos Imigrantes, na madrugada deste sábado (11), a Polícia Militar prendeu três homens que transportavam no porta-malas do veículo metade de um boi que haviam acabado de abater na Fazenda Ellus, na região de Jangada.

Informados pelo 2º Comando Regional da PM que havia ocorrido um roubo na fazenda, os policiais localizaram na rodovia o veículo próximo ao Posto Trevisan e iniciaram a perseguição. O carro parou perto do posto e os homens tentaram fugir a pé.

No chão, próximo ao veículo, foi deixada uma espingarda. Com a chegada de reforço, os homens foram presos, embora tenham tentado resistir, sendo necessário, inclusive, o uso de spray pimento para contê-los.

No carro, além da metade do boi, os policiais encontram uma faca suja de sangue. Os homens disseram que invadiram a Fazenda Ellus e mataram um boi no pasto. O animal foi dividido em duas parte e no instante em que colocavam uma parte no carro foram surpreendidos por seguranças da fazenda e por isso fugiram.

Leia mais:  Réu confesso por matar a ex asfixiada e a tijoladas vai a júri

Os policiais foram até a fazenda, mas não encontraram o caseiro, nem os seguranças. A outra metade do boi foi localizada no pasto. Em contato com o gerente, por telefone, ele informou que iria até a delegacia para registrar a ocorrência. Os três suspeitos foram levados à Delegacia e a carne recuperada foi devolvida ao dono da fazenda.

Fonte:Folha Max

publicidade

Policial

PMs são presos suspeitos de agredir clientes em bar e atirar em mulher em MT

Publicado

Um dos tiros atingiu uma mulher de 44 anos, que estava do lado de fora. Ela ficou ferida no rosto e no pescoço e foi socorrida para o hospital regional.

Dois policiais militares foram presos na noite dessa sexta-feira (17), em Sorriso, a 420 km de Cuiabá, depois de uma confusão em um bar da cidade. Ezio Sousa Dias e Webert Batista Ribeiros, ambos de 30 anos, são suspeitos de agredir clientes do estabelecimentos e efetuar disparos.

Um dos tiros atingiu uma mulher de 44 anos, que estava do lado de fora. Ela ficou ferida no rosto e no pescoço e foi socorrida para o hospital regional. Já passou por cirurgia e está internada.

Eles foram presos em flagrante pela Polícia Militar e autuados pela Polícia Civil. Um deles foi preso na casa da mãe e outro no alojamento do 12º Batalhão da Polícia Militar.

Os dois estão presos na unidade militar local.

O comando da Polícia Militar em Sorriso informou que a Corregedoria da instituição foi comunicada do ocorrido e os policiais devem responder a processo administrativo.

Leia mais:  Réu confesso por matar a ex asfixiada e a tijoladas vai a júri

Fonte:G1 mt

Continue lendo

Policial

Homem casado mata mulher estrangulada em igreja

Publicado

O autor do primeiro feminicídio de 2020 é um jovem de 20 anos, que é casado e mantinha um relacionamento extraconjugal com a vítima, Larissa Francisco Maciel, havia dois meses. A diarista foi morta na madrugada de 6 de janeiro, na Candangolândia, após uma festa que era realizada em um posto de gasolina. O corpo dela foi encontrado nu, no altar da Igreja Evangélica Tenda da Libertação. O assassino foi preso na quarta-feira (15/01/2020).

A Polícia Civil não informou o nome nem onde mora o criminoso em função da Lei de Abuso de Autoridade, que impede a divulgação de imagens e informações de pessoas presas. O único dado é que o homem trabalha na Candangolândia e foi detido no serviço. “Foi um longo trabalho de análise de imagens e oitiva de testemunhas até chegar ao responsável. Na delegacia, ele confessou a autoria”, afirmou o delegado Rafael Bernardini, da 11ª DP (Núcleo Bandeirante), responsável pelas investigações. O delegado, no entanto, optou por não revelar detalhes sobre a motivação ou dinâmica do crime.

Leia mais:  Caminhonete furtada em Cuiabá é recuperada pela Polícia Civil de Porto Esperidião

A polícia identificou o assassino com Larissa em imagens de um posto de gasolina e por meio de duas testemunhas que deram depoimentos decisivos para o desfecho do caso. Segundo o delegado, as dependências da Igreja Evangélica Tenda da Libertação, onde o corpo foi encontrado, são usadas por vários casais que estão em busca de um lugar para fazer sexo à noite. “É um local fechado, com certa privacidade, que as pessoas usam com a intenção de manter relações sexuais”, disse o investigador.

Fonte:metrópoles

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

SÃO FELIX DO ARAGUAIA

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

MULHER

Mais Lidas da Semana